Quem somos

Janeiro de 1947. Um pequeno grupo de idealizadores espíritas motivados por Agripino Theodoro de Souza reúnem-se em um espaço bondosamente cedido pelo Centro Espírita Fé, Amor e Caridade em sua sede sito à Av. República Argentina. E no dia 31 do mesmo mês, o grupo dá razão aos seus objetivos e ideais fundando a Irmandade Espírita “Os Caminheiros do Bem”, sendo sua primeira diretoria constituída por: Presidente: Maria Barbosa, Vice-Presidente: Agripino Theodoro de Souza, (também acumulando a função de Diretor dos trabalhos espirituais), Tesoureira: Belmira Galvão, Secretaria: Maria de Lourdes Cavazzini. Ainda fizeram parte desta assembleia as irmãs Elvira Runsel, Helena de Souza Celina de Lozada e o irmão Narciso Marques.

 Em Abril deste mesmo ano o Templo de Estudos Luz do Invisível sito à Av. República Argentina, 1875; representado por seu presidente, cede seus espaços acolhendo a Irmandade e dando lugar para que a nova instituição espírita seja solidificada. Ali foram elaborados os estatutos e filiação da casa mater a Federação Espírita do Paraná. Necessário se faz dizer que a Irmandade desde seus primeiros momentos ali instalada, manteve sempre um bom relacionamento com a casa que os acolheu, participando de todas as suas atividades e havendo muita reciprocidade, a qual consta em todos os arquivos desta casa.

 A permanência acolhedora nas dependências do Templo de Estudo Luz do Invisível estendeu-se até o ano de 1951, quando então se instala em uma sede provisória localizada no bairro do Portão sito a R. Tupiniquins, 550 mantendo ininterruptamente as suas atividades doutrinárias e administrativas. Na área doutrinária mantém o evento “Movimento Jovem André Luiz” e filia-se à Federação Espírita do Paraná. Por determinação da Federação o nome da Irmandade foi substituído por União, passando então a denominar-se União Espírita “Os caminheiros do Bem”. Na área administrativa é registrado seu estatuto em cartório, passando a existir juridicamente e fazendo parte legal da Sociedade Paranaense e assim seguem rumo à aquisição de um terreno para a construção de sua sede própria. Em Maio de 1955 o presidente apresentou a escritura de doação pelo município de Curitiba, lote 95 – Planta Regina – Portão.

 Começa assim toda a movimentação pró-construção: Campanha de Materiais, recursos financeiros, comissões, projetos de plantas, etc… É um trabalho incansável e de muita luta daquele grupo que começou em 1955, mas que se viram coroados de êxitos em seus objetivos no ano de 1957 com a construção da sede, a principio feita de madeira, porém muito confortável que ficava situada na Rua Caetano Marchesini, 30 – Vila Regina – Portão. Nascia ali o centro União Espírita “Os Caminheiros do Bem”.

 Após esta fase pioneira o centro União Espírita “Os Caminheiros do Bem” passou por muitas transformações no campo administrativo, patrimonial e doutrinário. Hoje é um centro bem organizado em ótima localização, tendo uma ótima frequência nos inúmeros trabalhos públicos, estudos e práticas mediúnicas. A todos os diretores, trabalhadores e colaboradores que contribuíram de alguma forma para a concretização de nossa casa, os nossos mais sinceros agradecimentos.

 Historiador: João Garcia

16129605_1386386641380142_1151768974_o

Deixe uma resposta